domingo, maio 22, 2011

.:A INFÂNCIA DA GORDINHA:.

Quando vemos alguém bem gordinho na rua, é comum ouvirmos daqueles que nos acompanham (e talvez de nós mesmos) a famosa pergunta:
- Como foi que a pessoa deixou chegar nesse ponto?

Todo mundo ignora o fato de que o processo de "engorda" é algo tão complexo, quanto o processo de emagrecimento. Ainda mais porque existem N fatores (psicológicos, sociais e biológicos) que contribuem para a pessoa engordar.

Se por um lado, eu concordo e apoio a ideia de Antonio Prata exposta no Artigo Gordos do mundo, uni-vos:
"Ostentais as panças com orgulho. Há em vosso guloso descontrole uma nota de revolta contra um mundo que encolhe; um mundo que, cada vez mais, quer menos -em todos os sentidos."

Por outro, acho que não se pode ignorar os dados das pesquisas científicas que apontam a obesidade como causadora de vários problemas de saúde. Por isso, devemos sim ter um peso saudável.


Quando comecei a perceber que a questão do peso seria um problema em minha vida?


Já sei, você deve estar pensando que desde bebêzinha eu era uma coisa-fofa-de-mamãe. Na verdade, não. A foto acima mostra meus irmãos, comendo uma bolacha de chocolate delicadamente.

Bem no começo do blog, contei que, ao contrário do que se possa imaginar, não fui uma criança obesa. Até uns 11 anos, tinha peso normal (embora a minha cara já fosse de bolacha Trakinas...).


Viram? Eu fazia até ballet!


[Em breve, posto fotos dos 11 anos em diante...]

11 comentários:

Thássia S. disse...

vc teve a sorte de ter uma infancia magra, eu nao! af sofri demais!! preconceito eh foda, mas o pior eh o q nós mesmas temos contra nossas banhinhas!!!

Cíntia disse...

Olá querida...

Realmente essa história de preconceito em relação aos gordinhos é uma coisa mto complicada...

Eu sempre fui mais fofinha. Quer dizer, não fui uma criança gordona, mas sempre fui fofinha. Mas irei dar um basta nisso tudo. Agora eu quero é ser saudável, e ter um corpo bonito.

Vamos que vamos!

Bjus!

Fefa, disse...

E quando você nunca foi gorda na vida. Nem na infância, nem na adolescência, e vai ficar depois de velha?
falta de vergonha na cara?
Fatores emocionais?
Sei não...
alguma coisa rolou no meu percurso.
Bjs.

Cris disse...

oi flor...
realmente seus irmaos comiam biscoito de uma forma muito cuidadosa...kkk
ah sabe oque eu vi dia deste num programa, que a grande maioreia das pessoas obesas ou mais gordinhas na idade adulta nao foram crianças obesas...
qnd bebe as minhas pernas pareciam mandicos, tao gordinha, depois virei magrelinhas nos meus 5 anos, engordei nos 15 em diante, mas agora graças a deus ja se foram os 11 quilos mandados para bem longe de mim...
beijokas, otima segunda

*ANGELA* disse...

oieee
pra comeca vc era um bebe lindo!!!

no meu caso engordei quando tinhas uns 11 anos ai foi so morro acima, mas estamos aqui pra mudar isso ne!!

bj

Patricia disse...

Eu tb fui uma crinaç magrinha depois dos 12 só engordei, por um tempo fiquei oscilando mas nademais, mas depois da gravidez, só morro acima como diz a Angela , mas estamos aqui pra contar uma nova história bj

Marcela disse...

engordar envolve tantos fatores não e verdade?? tantos sentimentos..
eu fui magra ate os 19, mas me achava a gorda, depis com 20 desbundei e engordei....
e um luta diaria...
bjus e amei as fotos...
a roupa de bale ficou uma graça em vc.. bjuss

VIV disse...

adorei o post e ri muuuuito com a foto dos seus irmãos!!!

Kinha disse...

oun, coisa mais fofa bebezinhos lambuzados de bolacha, rsrs

Alê_Corá disse...

Eu tô na onda da Fefa!
Ma, você está lindinha nas fotos, consigo ver seu sorriso igual :-)

cro_carol disse...

Tive que vim aqui postar que o seu irmão com a regata branca é o mais fofo! estas dobrinhas dá vontade de morder!hahahaha