segunda-feira, dezembro 26, 2011

.:ERA UMA VEZ O NATAL:.

Saldo anual: 7kg a menos e uma carinha de bolacha
Trakinas que não sai de mim!
Pois é, gente, já acabou.

Tantos preparativos, tanta ansiedade, correria e num piscar de olhos, o Natal passou.

Apesar de toda a loucura, stress e gastos a mais, eu adoro o Natal. E olha que não gosto por causa da comilança, não. Juro! Não sou muito chegada nas carnes servidas, nem nos pratos natalinos com nozes, damascos e frutas secas.

Gosto de Natal pelo simples fato de curtir esse momento ao lado de quem a gente mais ama.

Este ano, passamos a ceia de Natal com meus pais, irmãos, primos, tios e tias avós e o almoço de Natal com a família do meu marido. Foi muito bom! Uma festa recheada de risos, momentos inesquecíveis e muita união. Ah! Também tiveram alguns presentes, mas isso é só um detalhe, certo?
Salada que eu fiz para o almoço de Natal.
Peguei a receita no Panelaterapia (adoro esse blog).

Como eu disse, eu não sou muito fã das comidas servidas nessas ocasiões, por isso, passei o Natal praticamente ilesa de jacadas. A única problematica foram os docinhos. Tinha muuuuuuuuuuita oferta na chácara onde eu estava. Uma das minhas tias levou um pote de bala de coco caseira (daquelas que derretem na boca). Eu adooooro essas balas! Foi difícil resistir. Em contrapartida não fiquei beliscando, evitei frituras, não comi em excesso e bebi muuuuuuuuuuuita água.

Apesar do saldo aparentemente positivo, não segui a dieta da médica (mais uma vez). Na minha consulta de janeiro vou conversar com ela porque não tá rolando mesmo! Eu tenho um problema sério: não consigo fazer nada que me obriguem. Infelizmente, sou uma menina mimada e só consigo fazer o que quero...

Ah! Mas vamos deixar os defeitos de lado só por hoje, afinal, é Natal!

O que? O Natal acabou ontem? Como assim? Mas já?

Então tá bom! Primeiro desejo para 2012:

- Parar de ser uma Gordinha tão mimada...
[Só basta eu querer...]

domingo, dezembro 18, 2011

.:A VIDA É FEITA DE CALORIAS?:.

Gordinha que é Gordinha mesmo, quando tem um aniversário - de qualquer formato, tipo e em qualquer lugar - sempre pensa no que terá de BOM pra comer.

Sábado tivemos o aniversário da nossa afilhada, que chamamos carinhosamente de Gordinha, mas é magrinha. Ela completou 4 anos e a festa aconteceu num buffet infantil.

Acordei tensa pensando no aniversário, estava bem ansiosa porque a dieta da médica não me deixou muita escolha para esses dias de festa. O jeito era tentar priorizar tudo que tivesse carne no meio.

Começamos com os canapés e as entradas. Comi um mini sanduíche natural (com presunto), barquinha de atum, dois lanchinhos de carne louca e alguns mini pastéizinhos de vento porque ninguém é de ferro! Como o aniversário aconteceu na hora do almoço, também foi servido duas massas, carne e salada. Eu comi um pouco de macarrão, salada e peguei a carne. Então, eu peguei a carne, coloquei no prato, comi uns pedacinhos, mas... Pois é, ela ficou rodando, rodando e acabou sobrando.

Ai, gente! Lembra quando eu escrevi o post sobre A melhor dieta do mundo? Falei justamente sobre a dificuldade de fazer dietas muito restritivas. O problema é que eu NÃO TENHO OPÇÃO. A dieta não tem prazo para terminar e tem apenas um objetivo: SAÚDE. Claro, que se seguir direitinho o que ela pediu, ainda perco uns quilinhos. O que não seria nada ruim, vamos combinar!

Preciso me adaptar.  
Antes e Durante. Aniversário da Mari em 2010 e agora em 2011
(relembrando meus dias de Minnie)
No domingo, fomos almoçar com a nossa vó na Pizza Hut (quase 80 aninhos, mas ela sabe o que é bom!). Eles foram de pizza e eu pedi um Polpettone com salada (dessa vez, a salada sobrou). Depois, fomos ao shopping e nos rendemos a uma deliciosa tentação: Nhá Benta (deveria ser proibida por lei).
 Enfim, um final de semana nada light, mas com muitos momentos bons para serem guardados para sempre.

Ainda bem que a vida é feita de momentos e não das calorias que não devíamos ter consumido...

quinta-feira, dezembro 15, 2011

.:TÁ DIFÍCIL:.

Eu juro que estou tentando, mas a dieta que a médica da redução do estômago passou é super complicada.

Ou complicada sou eu, não sei...

Estou enfrentando muitas dificuldades. Entre elas:

- Não consigo comer ovo no café da manhã por uma razão ridícula prática: me recuso a sujar mais louça de manhã. (Em casa, temos o combinado de sujou-lavou. Então, não posso deixar pra mais tarde.) E tem outro detalhe também: pra mim, ovo não combina com café-da-manhã.

- Estou comendo o máximo de proteína possível e dando preferência a carne vermelha, entretanto, é difícil comer só carne+sopa no almoço e no jantar Ainda mais que eu passei o ano aprendendo a preparar pratos coloridos, com vários grupos de alimentos, etc e tal.

- Não estou conseguindo fazer a ceia (isso sim é um MILAGRE). Eu fico completamente satisfeita porque como muita proteína e não como mais nada depois do jantar. E nem por isso, estou acordando com fome.

- E tem o problema do leite:  simplesmente não me desce! Como queijo branco, tomo iogurte (empurrado! porque não gosto muito), substituo a margarina pelo requeijão. Mas o LEITE... Affe não rola de jeito nenhum.


Resumindo em uma frase: A dieta está sendo um fracasso.


Mas eu continuarei tentando por uma simples razão: minha médica me obrigou.

E, claro, também continuarei tentando porque sou brasileira, futura-ex-gordinha-sem-anemia e não desisto ja-mé!

domingo, dezembro 11, 2011

.:QUEM MANDOU QUERER SER SAUDÁVEL:.

Tentei enrolar bastante com esse assunto, mas chegou a hora de falar sobre ele.

Na última quarta-feira, quando passei em consulta com a médica que faz meu acompanhamento pós-gastroplastia, saí de lá com uma listinha de vitaminas + pedido de exames + uma dieta rica em proteína.

Pois é, eu tinha comentado das vitaminas e do pedido de exame, mas da dieta...

Fiz isso porque eu queria começar primeiro a fazê-la para depois comentar sobre ela.
 
Como eu havia dito, em nenhuma das consultas, a médica demonstrou preocupação com o aumento de peso, mesmo eu estando com sobrepeso. Creio que para ela a questão da balança seja secundária. Se você está engordando é porque não come direito e se você não come direito, vai ficar com falta de vitaminas (e gordinha).

Por isso, ela me passou uma dieta que vai aumentar consideravelmente minha ingestão de ferro.

Comendo mais alimentos ricos em proteína, vou ingerir menos carboidratos e, consequentemente, emagrecer.

Segue a dieta que não gostei está sendo fácil de seguir.

CAFÉ
- café com leite ou vitamina de fruta
- omelete ou ovo quente com torrada

COLAÇÃO
- bater um iogurte desnatado com fruta (ou Corpus ou Molico) ou leite desnatado, adicionar duas colheres de sopa de aveia ou farelo de trigo
- uma fatia de queijo branco com uma torrada

ALMOÇO
- 200ml de sopa de carne com legumes batida no liquidificador
- 4 a 8 colheres de sopa de carne moída com uma colher de sopa de legumes ou verdura

LANCHE
- um copo de vitamina de fruta ou leite
- queijo branco com torradas ou misto quente ou pizza ou quibe ou coxinha ou pastel de carne ou 4 rolinhos de presunto magro e queijo

JANTAR
- igual ao almoço

(Tomar a sopa primeiro. Pode trocar a carne moída por: lagarto cozido, bife de mignon, rabada, costela, 3 filés de peixe ou coxa e sobre-coxa de frango. DAR PREFERÊNCIA A CARNE VERMELHA POR CAUSA DO FERRO.)

CEIA
- igual a colação ou uma banana amassada com duas colheres de sopa de aveia


Maiores dificuldades: (com certeza não é na parte da coxinha!!)
- abandonar meu café puro de manhã.
- tomar leite (não gosto)
- comer apenas UMA colher de legumes para acompanhar a carne no almoço/jantar
- praticamente não tem fruta na dieta.

A tal da sopa de carne batida com legumes eu já fiz e estou tomando, parece papinha de bebê.

Consegui comer bastante carne no final de semana. Menos no domingo a noite (rolou uma pizza). Por enquanto o saldo é positivo, porém, entretanto, contudo, todavia, tenho a impressão que não vai ser nada simples seguir a dieta a risca...

Quarta-feira eu tenho retorno e vou perguntar como eu posso substituir alguns itens para não enjoar.


[Gordinha é uma coisa! Mal começa a dieta e já tá enjoada dos alimentos...]

quinta-feira, dezembro 08, 2011

.:PRA MORDER A LÍNGUA:.

Tenho uma leve impressão que a minha médica, Dra. Simpatia, leu meu blog ontem....

Ela me recebeu com um sorriso radiante e foi super simpática durante a consulta.

O único detalhe é que saí de lá com uma lista de vitaminas para tomar. Lista mesmo, com direito a sete itens mais uma injeção de B-12 por mês. Assim, uma delícia!

Além das vitaminas, ela solicitou exames de sangue e urina e agendou meu retorno para quarta-feira que vem.

Sempre gostei muito de passar em consulta no Instituto Garrido porque a sala de espera é uma coisa incrível! Você encontra gente de todos os tipos: quem quer operar, quem já operou e está na dieta líquida, quem já operou a anos e voltou há engordar um pouquinho (como eu).
Sala de espera do Instituto Garrido.
As cadeiras são deliciosamente grandes.
É super legal a troca. O pessoal que está lá pela primeira vez sempre tem um milhão de dúvidas para tirar e a conversa com pessoas que já operaram é muito importante.

Dessa vez, conheci três mulheres que estavam passando em consulta pela primeira vez. Duas delas eram obesas mórbidas, mas a outra não. Todas saíram de lá com uma lista de exames a serem feitos. A mulher que não chegava a ser obesa mórbida saiu da consulta reclamando, dizendo que ia precisar engordar ou provar alguma doença associada a obesidade. Ela foi bem direta:
- Se eu continuar gorda, eu morro. Já estou depressiva. Não aguento mais viver assim...

Falei pra ela que a redução do estômago era um trampolim. Te joga lá no alto, te dá um super empurrão, mas não é um MILAGRE. Você precisa aprender a voar pra não cair e, no nosso caso, aprender a voar é  aprender a COMER.

Tentei convencê-la de que era importante se amar independente da forma física. Falei que era preciso entender que ela vai operar o estômago, mas a cabeça vai continuar de Gordinha (veja só o meu caso).

Sinceramente, acho que não adiantou nada.

Infelizmente (ou não), a gente não aprende com a experiência dos outros.

quarta-feira, dezembro 07, 2011

.:EU TENHO MEDO DA MÉDICA:.

O espaço em branco da página "Nova postagem" do blog já estava me irritando. Precisava escrever alguma coisa. Como uma gordinha tão espalhafatosa pode sumir assim, nessa facilidade?

Realmente, só tem uma desculpa explicação: é tudo culpa do mês.

Dezembro é tempo de finalização. Só nessa semana tive ou ainda terei (1) lançamento do livro dos meus alunos, (2) colação de grau da oitava série, (3) reunião de pais na escola que trabalho de manhã, (4) reunião de pais na escola que trabalho a tarde...

Ah! E ainda tenho consulta hoje com a minha médica da redução do estômago.


Final da adolescência.
Antes da redução do estômago.

Aliás, a consulta promete ser UM TERROR. A médica que me acompanha é uma FERA. Sério mesmo, nunca vi nenhum sorriso saindo da boca dela e olha que eu sou meio palhaça [tá, agora me achei a última bolacha Trakinas do pacote...].

Se bem que de vez em quando é bom levar uma bronquinha.

Por exemplo, como vocês devem saber, quem faz a gastroplastia tem que passar por consultas semestrais com o clínico geral ou gastro. Consultas semestrais, se estiver tudo bem. Enfim, fiquei um tempo bem maior que esse sem dar a cara no consultório e quando finalmente tomei coragem de marcar uma consulta, tive que trocar de médica (a minha antiga não atendia mais no consultório).

Fui recebida assim:
- Nossa, faz tanto tempo que você não aparece aqui. Posso saber quem te deu ALTA?

No decorrer da consulta, a coisa foi piorando porque eu tive que contar que deixei de tomar as vitaminas e dei uma leve engordada (tipo assim uns 10kg!). Foi broncas & mais broncas. Ela me receitou várias doses de Noripurum e me deu trocentas vitaminas.

Na consulta seguinte, estava toda feliz. Eu disse a ela que havia emagrecido, que estava tomando as vitaminas, que o exame de sangue não acusava mais anemia... Sabe o que ela disse?
- E daí? Você não fez mais do que a obrigação.

Assim, uma simpatia de pessoa

Eu tenho tomado as vitaminas, mas o medo é tanto que nem sei pelo que esperar da consulta hoje. Prometo que depois volto para contar.

segunda-feira, dezembro 05, 2011

.:SÓ TENHO TEMPO PARA SER FELIZ:.




Preciso dizer algumas coisinhas:
  1. Estou viva, feliz e muito-bem-obrigada.
  2. Deixei de postar apenas por falta de tempo (final de ano: provas, correções, finalização de projeto, reunião de pais, 60 DVDs para gravar [pois é, costumo presentear os alunos com as fotos do ano...]
  3. Não engordei.
  4. Praticamente não emagreci.
  5. Estou com 71,6kg. Não vou chegar aos 70kg que queria até o Natal, mas mesmo assim acho que está ótimo!
  6. Tive um final de semana ma-ra-vi-lho-so! Comida chinesa, frutos do mar. Fui até numa Hamburgueria, mas sem nenhuma pisada na bola. [Milagre, gente! Puro milagre.]
  7. Essa semana, vai ser um caos (tenho duas reuniões importantes).
  8. Volto pra fazer um post decente quando sobrar cinco minutinhos e alguma inspiração. Vocês merecem.
Em Santos, com o Edgar, meu pai e a vó.
 

Status Burguer: com maridão, irmãos e cunhadas.
                                      
 

quinta-feira, dezembro 01, 2011

.:EXTRA-EXTRA: GORDINHA LOUCA ATACA NOVAMENTE:.

Você deve estar pensando "Cadê aquela Gordinha pilantra? Ela sumiu porque engordou..." ou "Cadê aquela Gordinha pilantra? Ela engordou porque sumiu...". [Caramba! Você já está me conhecendo bem...]

E eu nem sei qual dos dois pensamentos está mais certo porque realmente eu estou parecendo uma desentupidora de pia americana (sabe aquele trem que eles colocam no ralo da pia para triturar todo o resíduo... credo!).

Enfim, a época do ano não ajuda. Festas de encerramento se multiplicam por todo canto. É bolo disso, torta daquilo, coxinha (e eu sou Miss Coxinha), docinhos e quando vai se ver já fud*&^%$.

Mas estava aqui pensando com os meus pneuzinhos da pança: "Se eu continuar nesse ritmo, vou jogar fora tuuuuudo que eu conquistei.".

Ah, não, não!

Então, Gordinha louca que reside na minha pessoa caia fora daqui IMEDIATAMENTE! Fui clara?


Será que eu ela me ouviu?


PS: E hoje tem outra aventura gastronômica: passeio da escola de dia inteirinho! Mas olha só: tô levando uma bolsa térmica com salada e frutas. Tá pensando o que? Sou farofeira, mas sou saudável. [Ah, tá...sei...]

terça-feira, novembro 29, 2011

.:TOTALMENTE A FLOR DA PELE:.

Tô naquela semana que basta um simples olhar para eu me derreter como manteiga.

Sabe (ah! tenho certeza que você sabe...) aqueles dias que seu humor muda repentinamente: tudo vai maravilhosamente bem, até que... cai uma folha da árvore, você acha que ela era jovem demais para morrer e começa a chorar, fica triste, reclama da vida.

Fora os momentos de FÚRIA, que no meu caso são os piores. Fico sem freio na língua, saio falando o que bem entendo. Mas a gente sabe que viver em sociedade é fazer tipo, esconder algumas opiniões, colocar panos quentes, quando tudo que você queria era atacar fogo no resto...

Enfim, estou insuportável.

A pior parte é descontar tudo isso na comida.

A melhor parte é que não tenho opções engordiets em casa, então, acabo comendo uma fruta, queijo branco, pão integral...


E vai vendo mais essa: ontem nós (professoras e alunos) fomos convidados para um Coquetel de apresentação dos Rinos das escolas de Pirituba. Detalhe para a palavra COQUETEL. Imagina o que serviram... Imaginou?

ALGODÃO DOCE, PIPOCA E REFRIGERANTE

É para arrancar os últimos fios de cabelo mesmo. Depois reclamam que eu estou muito a flor da pele...

domingo, novembro 27, 2011

.:HOJE É DIA DE COZINHAR, BEBÊ!:.

Meu final de semana foi muito bom.

Sexta-feira, fomos ao cinema assistir O palhaço. Achamos uma graça. Demos boas risadas. Filme sutil, com um enredo simples, porém super emocionante. Jantamos no shopping e eu pedi um combo no Gendai. Amo comida japonesa.

No sábado, fui madrinha do casamento da minha amiga. A cerimonia aconteceu na mesma igreja em que eu casei e a missa foi realizada pelo mesmo padre. Foi tão bonito. Fiquei super emocionada com a união da minha grande amiga e com a lembrança do meu casamento.

Nosso casamento. Igreja Cruz Torta, 16/11/2010
Os noivos estavam lindos. A festa também foi excelente. Eu tentei comer de forma equilibrada, mas me permiti comer docinhos também.

Só tiveram dois probleminhas. O primeiro foi que por pouco [por pouco mesmo!], eu não deixo de ser madrinha para me tornar pessoa non grata pela noiva. É que eu atrasei demais. Cheguei às 18h (o casamento era as 18h!).

Eu tenho esse defeito terrível: vivo atrasada. Estou sempre correndo. Sempre em cima da hora... Sabe como é?

Mas depois do que aconteceu ontem, resolvi mudar. Eu tinha pensado em acrescentar esse desejo de mudança na minha listinha de 2.012, mas não! Vou mudar isso a partir de amanhã. Quero chegar no trabalho na hora (estou sempre atrasada). Quero fazer as coisas com calma e viver melhor. Eu estou sempre querendo fazer 1.345.876 coisas ao mesmo tempo e fico ainda mais estressada.

Além desse problema, teve outro: meu cabelo desmoronou. Eu tinha feito uma escova e enrolado as pontas. Só que no caminho pro casamento, não sobrou cacho sobre cacho e entrei na igreja com o cabelo chapado. Sem nenhum penteado. Me senti horrível!

A ideia era copiar o cabelo ao lado. As fotos são depois da festa. Antes, não deu tempo de tirar...

E domingo? Bem, domingo é sempre assim: dia de planejar o cardápio da semana e cozinhar.

Fiz arroz, feijão, pernil desfiado e sopa creme de mandioquinha, batata e cenoura. Temperei frango e deixei a salada higienizada. Para sobremesa, fiz duas gelatinas zero.
Tudo para evitar as beliscadas durante a semana.


E assim, vou tentando sobreviver aos meus defeitos.

sexta-feira, novembro 25, 2011

.:QUAL A MELHOR DIETA DO MUNDO?:.

É importante que eu diga que (1) eu não sou nenhuma especialista em nutrição e (2) conclui sobre a melhor dieta do mundo apenas de forma empirista, observando, analisando.

O que vejo nas minhas andanças pelos blogs é que muitas meninas, assim como eu, já tentaram emagrecer de diversas formas.

No meu caso específico, tentei seguir os Vigilantes do Peso, a dieta da Sopa, a Dieta dos Pontos, a calculadora de calorias, dieta da proteína... Tomei remédio (duas vezes), fiquei 10 dias em um SPA e até reduzi o estômago. Ou seja, apesar de estar longe da especialização na área, tenho uma vasta vivência [infelizmente].

Vejo agora a ascensão de uma nova esperança: a Dieta Dukan.

O fato é o seguinte: todas as dietas citadas acima funcionam. Todas! Desde que, é claro, você consiga segui-las a risca. É justamente aí que mora nosso problema [o meu, pelo menos].

Se a gente tivesse condições de seguir uma dieta equilibrada, não precisaríamos de dieta!

Enfim, se você consegue seguir a risca a dieta, você vai emagrecer, com certeza. Eu te garanto.

No entanto, vamos combinar que o número de dieta que a gente já começou e parou é praticamente infitino. Isso só demonstra o que estou tentando provar. Quanto mais restritiva for a dieta ("Não pode isso hoje", "Só pode comer tal alimento durante X tempo"...), maior chance você tem de não conseguir levá-la até o fim.

Outro problema é que algumas dietas são feitas para perder peso mais rápido, mas não consideram a vida DEPOIS da dieta. Por exemplo: ao acabar a dieta da sopa, da proteína ou a Dukan, que hábitos alimentares saudáveis você vai levar para a vida toda?

Ou seja, você perde peso, mas depois, como não aprendeu a se alimentar direito, volta tudo de novo. [Tenho certeza, você já viu esse filme.]

Em relação a  dieta dos pontos, vigilantes e contagem de calorias. Elas tentam ensinar hábitos mais saudáveis, por isso, a chance de sucesso é maior.

No entanto, o sucesso delas é inversamente proporcional ao tempo de eliminação de peso, o que faz muitas desistirem no meio do caminho... [eu sou um exemplo]. Fora que eu acho um SACO ficar contando pontos, calorias, notas... E ninguém vai ficar fazendo isso pro resto da vida, né?

Minhas modestas conclusões:
1- Todas as dietas emagrecem, desde que seguidas corretamente.
2- Ser saudável e manter-se no peso ideal pode ser um desafio maior do que emagrecer.
3- O único jeito de VIVER saudavelmente é comendo direito, sem restrições e de forma equilibrada. [Para continuar magra depois da dieta, você vai ter que fazer isso.] Ou seja, você vai ter que passar por uma reeducação alimentar de quaquer jeito, mocinha.
4- É fundamental tirar o bumbum do sofá e praticar exercícios físicos.


FIQUE A VONTADE PARA DISCORDAR.
Não escrevi nenhuma verdade absoluta, mas minha opinião sincera sobre as DIETAS.

quinta-feira, novembro 24, 2011

.:QUANDO EMAGRECER, NÃO É UMA VANTAGEM:.

Há quase dois meses, escrevi aqui no blog a minha história de amizade com a Janice. Faz apenas 28 anos que nos conhecemos [e olha que eu tenho 29 aninhos...].

Enfim, a Janice casa no dia 26.11 (sábado agora) e ela me chamou para ser madrinha.

No dia em que escrevi nossa história, disse que gostaria muito de emagrecer antes do casório dela. Isso porque, no outro casamento que eu fui madrinha, digamos assim, as fotos não me favoreceram [é claro! eu estava uma bolinha].

Pois é, eu emagreci. Mas agora o vestido ficou meio larguinho... ui!

Não vou engordar de novo pra ele ficar bom, nem trocar o vestido, pois gostei da cor.

Vou torcer para ninguém reparar que eu emagreci e o vestido está largo [Caramba! Nunca imaginei que fosse TORCER para ninguém reparar meu emagrecimento... A vida apronta cada uma, viu?]
Pela foto, dá pra ver que tá meio larguinho?
Ainda falta colocar o broche.
O cabelo também não será esse, claro...


terça-feira, novembro 22, 2011

.:TINHA UMA GORDINHA NO MEIO DO CAMINHO:.

O que fazer quando você começa o dia tão bem...
Almoço: escondidinho de mandioquinha com carne desfiada.
Salada de alface, rúcula, manga, tomate, kani e creme de ricota

E termina tão...tão...tão... brasileiro?
Jantar: arroz, feijão e ovo (FRITO!)
Alface americana para cumprir a cota...
[ATENÇÃO! AVISO TOTALMENTE SEM VERGONHA. Além do pratão aí de cima, ainda mandei ver em duas esfihas, uma de catupiry e outra de brigadeiro!]

Isso que eu postei HOJE um texto contando que finalmente desci mais um degrau rumo a minha próxima meta...
Fala sério, né Gordinha? VergOOOoonha.

Agora, já era...

Amanhã é dia de recomeçar.

.:TÍMIDA FELICIDADE:.

Não tem como negar, fiquei feliz!

Fui me pesar para o Desafio Boa Menina e descobri que FINALMENTE entrei na casa dos 71kg. Sei que ainda é algo bem tímido, afinal, ele (o 71...) veio acompanhado das lazarentas 900 gramas. [Semana anterior: 72,5 kg]

No entanto, estou contente com o resultado, considerando o brigadeiro e resfriado que eu estava (sempre deixa a gente indisposta, né?).

Posso dizer que, apesar de ter emagrecido poucas gramas, essa pesagem foi uma importante vitória no meu trajeto de emagrecimento.

Yes!

segunda-feira, novembro 21, 2011

.:(TAMBÉM) PARA COMER COM OS OLHOS:.

Adoro caprichar na hora de fazer meu prato.

Depois que passei a fotografar minha alimentação, ficou muito mais divertido e interessante deixar o prato bem co
Almoço de hoje: salmão assado com creme de ricota, alho e shoyo +
uma fatia de pão integral + salada de alface, rúcula, tomate e manga.

Agora, pergunta pra mim se de sobremesa vai rolar mais uma colherada de brigadeiro... Ai gente, tô com pensamento FIXO nele.


domingo, novembro 20, 2011

.:AH, GORDINHA, SE EU TE PEGO!:.

De que adianta ficar uma hora suando na academia...
...para chegar em casa e comer uma colherada de um delicioso brigadeiro que eu mesma fiz!


É o fim!

sábado, novembro 19, 2011

.:O QUE HÁ DE ERRADO COM A SUA DIETA?:.

Estava navegando pelos blogs e achei essa dica de teste online no site da Rosângela.

O que há de errado na sua dieta?

O meu resultado foi esse aqui:
Você vai chegar lá!
Você já tem alguma noção do que é importante para ser magra e saudável. Basta ser flexível, ajustar a rotina alimentar e ter mais cuidado com os excessos. Concentre-se na sua meta e acredite na sua capacidade para superar os obstáculos. Às vezes, a gula pode estar ligada à ansiedade ou até mesmo à sede. Fique atenta as dicas e vá em frente!



Hoje estou atacada na Gordinha Comilona. Já comi bolacha recheada e belisquei algumas vezes durante o dia. Sinto-me tão culpada quando as minhas vontades ganham do meu objetivo... Queria tanto emagrecer mais!

Tinha planos para usar o sábado para fazer mil coisas (estudar, trabalhar, lavar a roupa, editar uns textos...), mas sabe o que eu fiz o dia inteirinho?

comi & dormi e dormi & comi. Uma vergonha!

Saímos de manhã pra ver nossa afilhada dançar e depois ficamos em casa curtindo a maior gripe de todos os tempos.

Atchim pra todos vocês.
Eu e o Edgar com nossa afilhada querida, a pequena fadinha.

quinta-feira, novembro 17, 2011

.:SOPAS, SANDUÍCHE E ALGUMA ESPERANÇA:.

SOBRE AS SOPAS

Acabei de preparar duas saborosas sopinhas, considerando que (1) fui arrebatada por uma baita gripe , (2) fiquei em casa de molho praticamente o dia todo, (3) está friozinho e (4) estava cheia de legumes na geladeira.

Caprichei nas duas opções que fiz.

Preparei uma sopa cremosa de abóbora cabotia com alho poró, batatinhas e abobrinha. Usei apenas um filete de óleo de canola.

E fiz também uma sopa de legumes bem aguada. Acredite ou não, eu adoro. Na sopa usei: pimentão, cebola, batata, mandioquinha, cenoura e alho poró. Não usei nada de óleo.
 
SOBRE O SANDUÍCHE

Outro dia sai pra almoçar com meu marido numa lanchonete que adoramos (Joakin's). Eu deveria ter pedido um beirute, uma salada com grelhado ou outra coisa mais light, mas escolhi um X Burguer com salada e creme de milho (a-do-ro!).


Apesar da escolha nada saúdavel, fiquei feliz porque:

1- Fiquei indignada com o fato de vir apenas UMA folha de alface. Que salada é essa, minha gente? [Bom, se eu estou indignada assim é porque esse hábito alimentar já faz parte da minha existência Gordinha.]

2- Devido ao estômago reduzido, não ia aguentar o lanche todo, então, deixei de lado o pão. Isso foi uma vitória! Normalmente, comia o pão e deixava a carne e a salada.

3- Percebi que estou cada vez menos dependente do carboidrato. Antes eu achava que só ficaria satisfeita se comesse pão ou arroz. Ledo engano. Yes!


SOBRE A ESPERANÇA

Já falei sobre as sopas e sobre o sanduíche. Só falta agora falar sobre a esperança.

É que... bem... ontem eu subi na ingrata da balança e eu juro, juro, juro que vi um 71 e alguma coisa!

Será que agora vai? Pesagem oficial só no último dia do mês e nas pesagens dos desafios que estou participando.

[Vou visitar as blogueiras aproveitando que a internet voltou (depois de dois dias sem vida inteligente).]

quarta-feira, novembro 16, 2011

.:E O FERIADO ACABOU:.


 
Apesar de não ter viajado durante o feriado prolongado, descansei bastante. Aliás, deveria ter descansado menos e estudado mais!

 
Mesmo ficando em Sampa, não apareci para postar e nem para comentar nos blogs porque meu telefone e minha internet têm medo de chuva e pararam de funcionar por quase dois dias. [Nessas horas é que sei o quanto sou viciada nessa bagaça!]

 
Na segunda-feira, fiquei com o corpo moído por causa das atividades físicas do dia anterior, mas valeu a pena. E faríamos tudo de novo, se não fosse a chuva estragar nossos planos de andar de bike no feriado pela Ciclofaixa, né More?

 
A minha listinha de tarefas ficou assim:
  • fazer compra do mês
  • higienizar as verduras e deixá-las preparada para o consumo (alface america, tomate e pepino, cenoura ralada)
  • descascar e cortar as mangas e deixar em potinhos
  • fazer um bolo de banana 
  • andar de bicicleta
  • caminhar na avenida [imagina a cena ridícula da Gordinha caminhando de capa de chuva e galocha...]
  • andar na esteira do prédio
  • ir ao parque
Bolinho cheiroso de banana. Ficou bom e levinho.
Receita aqui. (Usei açúcar light e apenas 4 bananas)

 

 Essa semana quero chegar aos 71kg. Nem que seja 71,9kg! Questão de honra.

domingo, novembro 13, 2011

.:PEDALA, GORDINHA, PEDALA:.

O dia de hoje foi ótimo, completo e especial no quesito atividade física.

Acordei cedinho (7h30) super disposta a visitar a academia do meu prédio. Afinal, essa era uma das tarefas da pequena lista de afazeres do feriadon.

A disposição de acordar cedo em pleno domingo tem nome e sobrenome: VERGONHA NA CARA. É, porque no sábado, depois de fazer um super discurso aqui, recebi visitinhas em casa e abusei.

Salgadinhos fritos e de pacote, jantei meia panqueca de carne com molho vermelho e algumas mordidas no pastel de chocolate do meu marido.
Por essas estripulias todas, fiquei quase uma hora na esteira do prédio. Caminhei 20 minutos em uma esteira inclinada (subida), depois fui para uma esteira normal, onde fiquei mais 35 minutos caminhando em ritmo acelerado.
Quando voltei pro apartamento, meu marido propôs para irmos andar de bike na CicloFaixa. Topei na hora.
Ao todo, percorremos 20km em 1h40. Fomos do Parque Villa Lobos até a Av. Berrini, passando pelo Parque do Povo.

O trajeto é super bem sinalizado. Simplesmente adorei o passeio e recomendo a todos os moradores de São Paulo.
Hoje foi um dia delicioso, apesar de eu estar super dolorida [foi muita atividade física para uma Gordinha sedentária].


[ATUALIZADA]
PEQUENA LISTA DO FERIADON [relacionadas a minha reeducação alimentar]
  • fazer compra do mês
  • higienizar as verduras e deixá-las preparada para o consumo (alface america, tomate e pepino, cenoura ralada)
  • descascar e cortar as mangas e deixar em potinhos
  • fazer um bolo de cenoura (sem cobertura)
  • andar de bicicleta
  • caminhar na avenida
  • andar na esteira do prédio
  • ir até o parque que tem perto de casa

sábado, novembro 12, 2011

.:FERIADÃO:.

Finalmente, um feriado prolongado.

Há quanto tempo a gente esperava por isso, não é mesmo?

E feriado prolongado combina com quase tuuuuuuuuuuudo: viagem, família, amigos, comidinhas diferentes, lanches da tarde bem caprichados, petiscos, bebidinhas. Feriado prolongado só não combina muito com reeducação alimentar.

É, mas eu vou ter que me esforçar para manter a linha no feriadon porque minha semana foi uma LOUCURA. Tive muitos compromissos e, por isso, precisei tirar a r.a. do foco [mais uma vez] para dar conta de tudo.

A geladeira está repleta de verduras, legumes, frutas. Mas como nada está preparado para o consumo imediato, acabei abusando de comidas mais práticas e menos saudáveis.

Quando tiro a r.a. de foco, percebo como a cabeça de gordinha me domina. Na sexta-feira fui ao médico e dei uma passadinha no Shopping. Chegando lá, mandei um SMS pro marido:

EU: Adivinha onde eu estou exatamente?
ELE: Comendo... com certeza...rs
EU: Filho da mãe!!! rs Eu estou na praça de alimentação, mas AINDA não estou comendo nada...

Ou seja, o Shopping todo pra passear e a gordinha na praça de alimentação...
Acabei comendo um pão de queijo pequeno. Pedi também um Mate gelado com limão.
(Não tomei nem metade, pois não gostei.)
Enfim, como decidimos não viajar no feriado, preparei uma pequena lista de coisas [relacionadas a minha reeducação alimentar] a serem feitas nesses quatro dias:
  • fazer compra do mês
  • higienizar as verduras e deixá-las preparada para o consumo (alface america, tomate e pepino, cenoura ralada)
  • descascar e cortar as mangas e deixar em potinhos
  • fazer um bolo de cenoura (sem cobertura)
  • andar de bicicleta
  • caminhar na avenida
  • andar na esteira do prédio
  • ir até o parque que tem perto de casa
Além da listinha, ainda tenho tarefas relacionadas a minha atividade profissional e a minha monografia (ui!). Vai ser um feriado de muito trabalho, porém bastante proveitoso. Que assim seja! Amém!

.:DESAFIO BOA MENINA, PRIMEIRA SEMANA:.

O Desafio Boa Menina começou na terça-feira da semana passada. Confesso que só estou entrando no clima nesta semana, por isso, meu resultado foi satifatório na pesagem (de 73,5 para 72,7kg).

No entanto, além da pesagem têm as outras tarefinhas.

As regrinhas diárias são:

- Beber 2,5L de água. [Não consigo! Quando muito, tomo 1,5L e fico o dia inteiro no banheiro.]
- Comer até 1600calorias. [Na semana passada, não segui muito a risca. Nos dois dias do final de semana, passei essa quantidade.]
- Tomar três xícaras de chá. [Aff... passei longe dos chás.]
- Passar hidratante.
- Ouvir sua música preferida.
- Usar maquiagem. [Não adianta, gente. Maquiagem não combina comigo. Gosto de usar só pra sair mesmo. No dia-a-dia, com as crianças, não rola! Só um brilho clarinho, eu estou usando.]

Resumindo, não estou muito empenhada, mas prometo melhorar.

terça-feira, novembro 08, 2011

.:MAIS UMA VEZ, O TAL DO BULLYING:.

Na segunda-feira, fiquei tão puta passada com a história do mamão papaya que acabei não contando um episódio muito triste que aconteceu na escola em que trabalho de manhã.

Depois do recreio, fui buscar meus alunos na fila e logo percebi que algo estava errado. Todos falavam ao mesmo tempo. Uma das alunas, tomou a frente e falou:
- Professora, o Joãozinho sofreu bullying. [ele é gordinho]

Todos continuaram falando ao mesmo tempo, tentando me contar o que tinha acontecido, numa grande agitação. Pelo que pude entender, alguns meninos da outra turma, passaram o recreio xingando, humilhando e ameaçando meu aluno [Ai se você soubesse como eu fico louca da vida quando mexem com um deles...].

Quando olhei para o Joãozinho, vi que ele estava com uma carinha triste, com um choro preso na garganta. Tinha medo nos olhos dele.

Encaminhei alguns alunos que testemunharam o ato e os demais envolvidos (incluindo o Joãozinho) para a diretoria, afinal, os alunos acusados de praticar o bullying não eram da minha turma.

Depois que eles voltaram da diretoria, compartilhei com todos a minha história.

"(...) também sofri bullying na escola numa época em que ninguém achava que isso tinha importância. Tinha apelidos e ouvia sempre o tal do "gorda-baleia-saco-de-areia", entre muitos outros. Não lembro de ser defendida por ninguém. Não lembro de contar aos meus pais que isso acontecia. Meus amigos não me defendiam. Os professores, então ... (...) também acabei me isolando de tudo. Acho que até fiquei meio depressiva." Texto integral aqui.

Falei para eles que eu estava muito orgulhosa da atitude deles. Afinal, eles defenderam o colega sem usar a violência.

Procurei convencer o Joãozinho que, apesar de ter acontecido uma coisa triste, ele deveria guardar o dia como uma lembrança boa porque são nesses momentos que descobrimos que são nossos amigos verdadeiros. No entanto, mesmo com todo meu otimismo, ele não foi a escola no dia seguinte (ontem).

Queria acreditar que a falta dele não está relacionada ao episódio do bullying, mas é difícil se convencer disso.


Quem já sofreu bullying sabe bem o que eu estou falando, não é mesmo?

segunda-feira, novembro 07, 2011

.:E A EDUCAÇÃO FICOU EM CASA:.

Apesar de um pequeno impasse profissional [que não vem ao caso descrever], estava indo muito bem hoje.

Mas parece que tem gente que adora acabar com o nosso bom humor.

Fui trabalhar sem o carro, ouvindo minhas músicas preferidas. Segui o planejamento em todas as refeições do dia.

No café, pão integral light e cream cheese. Lanchinho: pera deliciosa e barrinha. Almocei bonitinho: salmão assado com salada. E para o lanche da tarde levei um mamão papaya. Pois foi justamente na hora de encarar meu mamãozinho que ouvi de uma professora:

- NOOOOOOOOOooooossa, você vai comer tudo isso?

Ela disse assim mesmo, de maneira bem discreta com a sala dos professores lotada.

Foi nessa hora que percebi que a minha educação tinha ficado em casa. Era tarde demais.

- Vou comer sim, por quê? Algum problema?

- Não... - ela respondeu sem graça - é que eu não aguento um mamão inteiro... [Ah, tá que ela não aguenta... Ahãnn]

- Pois eu aguento, ainda mais um mamão papaya, não estamos falando do formosa.... De qualquer forma, se quiser metade, eu te dou.

É claro que ela não aceitou.

Olha! Precisei sair da sala para me controlar. Fingi que ia jogar as sementes do mamão fora, mas fui tentar engolir a continuação da minha resposta.

Ah! Me poupe. Se eu quiser comer UMA MELANCIA sozinha, o problema é meu! Não é porque eu resolvi fazer reeducação alimentar que eu dei o direito dos outros escolherem por mim o que é saudável/ calórico ou não.

Porque será que as pessoas se acham no direito de controlar o que eu como? Só porque eu sou gordinha?

Acontece isso com vocês?

domingo, novembro 06, 2011

.:NO CAMINHO DO BEM!:.

Quando uma gordinha fica dois dias sem postar no seu blog sobre emagrecimento, você deve desconfiar e pensar: Xiiii, aí tem!

Pois é. Pela segunda semana consecutiva, fui mal no final de semana. Não que eu tenha exagerado nas porções, mas as escolhas passaram longe da palavra IDEAL. Sabe como é?

Sábado, fomos fazer um exame de manhã e não nos controlamos na televisão de Gordinho (máquina de doces e salgadinhos), compramos um pacote de cookies e um Crocantíssimo. No almoço, pedimos pastel (!). A tarde, comemos pipoca e a noite, fomos de pizza na casa da sogra, curtindo a afilhada.

Quando chegamos em casa, ainda tentei cometer mais um atentado a r.a. fazendo uma bebida deliciosa [café +chocolate ao leite+creme de leite]. Como Deus é muito bom, a bebida ficou estranha e foi para o ralo.
No domingo, continuei com muita cólica e fiquei o dia todo mal. Almoçamos Habbib's (esfiha de carne, fogazza e um pedaço de pizza) e passamos na casa da nossa vó, onde encontramos meu irmão Nick. A noite, fui de frango no barbecue com salada [Sim! Finalmente UMA escolha inteligente.]


Confesso que ando com tantas coisas para fazer que estou tendo dificuldade em focar na reeducação alimentar. Por mais que eu queira emagrecer, tenho outras prioridades na minha vida, por isso, preciso fazer acontecer, sem abrir mão de outras coisas. Tô falando grego ou você conseguiu entender?

Bom, amanhã é dia de voltar ao caminho do BEM.

Fora gordinha safada, ninguém te quer aqui!

sexta-feira, novembro 04, 2011

.:DESAFIANDO-SE PARA VENCER:.

Estar em reeducação alimentar é um desafio constante. Agora, por exemplo, acabei de almoçar bem bonito no restaurante por quilo. Dá uma olhadinha no prato:

E, no entanto, comprei um salgadinho para uma atividade com os alunos sobre os cinco sentidos e, aos poucos, fui comendo o pacote TODO! [putamerdaviu!]

Além do desafio nosso de cada dia, às vezes ainda aparece alguns desafios coletivos que motivam demais a nossa jornada.

Atualmente, estou participando do Desafio Boa Menina e do Desafio Anual.

Hoje fiquei sabendo de um desafio de verão do site ClickOn. Achei super interessante. É uma proposta inovadora e com prêmios!

Eu já me inscrevi, mas não vou deixar os outros desafios que eu já participo. Vou participar dos três porque são três propostas boas e diferentes.

Então, pra quem tá precisando de motivação (como eu!) bora se inscrever no Desafio ClickOn no Verão.

quarta-feira, novembro 02, 2011

.:SER LIGHT SEM PERDER O PRAZER DE COMER:.

Em casa, tudo é discutido, conversado.

Desde o começo, a decisão de mudar os hábitos alimentares foi nossa, afinal, como já contei aqui, nos conhecemos por termos um problema em comum [quem adivinha qual poderia ser o problema?].

Eu acredito que mudar os hábitos alimentares foi mais fácil para mim porque apesar de não ter o hábito de comer frutas e legumes, sempre gostei.

Já o Edgar, nunca foi muito fã. Ainda bem que ele é um ser evoluido e, aos poucos, aceitou provar uma coisa e outra. Foi aprendendo assim a gostar e a valorizar os novos hábitos alimentares. [Gente, ele tá comendo até alface! Parabéns More-more!]
Comemorando no nosso aniversário de 1 ano de casamento.
Pouco tempo antes de começar minha jornada de reeducação alimentar.
Passamos a consumir menos óleo (1L a cada dois meses), menos arroz branco (1kg a cada 2 ou 3 meses), menos farinha de trigo (nem sei quanto eu uso, mas é pouco). Além disso, substituímos vários alimentos por suas versões integrais e lights.

Por isso, todo mês quando vamos ao supermercado, temos uma lista de produtos saudáveis que não ficamos sem. Não apenas por eles serem lights, mas também porque são mais saudáveis e super SABOROSOS!

Aqui vai a nossa listinha básica:

  1. Barras de cereal e de frutas.
  2. Queijo Danubio Light
  3. Açúcar Light União (um pacotinho dura mais de um mês)
  4. Nescau Light (suuuuuuuuper saboroso)
  5. Atum sólido light (não dá pra perceber a diferença)
  6. Pão light Wickbold
  7. Creeam Cheese Light
  8. Qualy Fibras (não é light, mas é mais saudável)
  9. Creme de leite e Leite condensado light (igualzinho o original, mas com menos calorias)
  10. Leite desnatado Molico (esqueci de colocar a foto)

E você, tem algum produto light/integral saboroso para nos indicar? Vamos ao mercado em breve...

[Para as novas visitantes: ainda tá valendo meu pedido.]

terça-feira, novembro 01, 2011

.:DESAFIO BOA MENINA:.

É hoje que começa o Desafio Boa Menina, mas a notícia não é nada boa.

Fui me pesar para o desafio e descobri que aquele final de semana me rendeu mais 1,5kg. Há de se considerar também que estou próxima daquela fase do mês também...

Enfim, desculpas a parte, começarei o desafio com 73,5kg e quero chegar até o final dele com 70kg.


O desafio tem algumas regrinhas diárias:

- Beber 2,5L de água.
- Comer até 1600calorias.
- Tomar três xícaras de chá.
- Passar hidratante.
- Ouvir sua música preferida.
- Usar maquiagem.

Os itens que estão riscados é que já fazem parte da minha rotina. O mais díficil para mim será tomar taaaaaaaaaaanta água e contar as calorias. Simplesmente sou a pessoa MAIS PREGUIÇOSA DO MUNDO pra isso. Mas vamos lá!


Vou aproveitar o post do desafio e pedir implorar um favor para vocês. Estou recebendo muitas blogueiras novas e gostaria de seguir TODAS. Só que estou completamente perdida. Não sei quem eu já estou seguindo e/ou já linkei aqui no blog.

Quero visitar todas diariamente, como faço com os blogs que sigo, então gostaria de pedir para vocês deixarem uma mensagem dizendo se eu não estiver te seguindo ainda. Por favor!

Quero ver se no feriado dou uma bela atualizada no meu blog e tal. Pode ser?

segunda-feira, outubro 31, 2011

.:BLOG SOBRE EMAGRECIMENTO PRA QUE?:.

Hoje aconteceu uma coisa estranha. E tenho certeza que algumas de vocês já passaram por isso também.

Como fez muito frio aqui em Sampa, coloquei uma bota marrom, calça legging e uma blusa de lã comprida e justinha. O modelito alongou meu corpo e, por isso, me favoreceu.

Logo que cheguei no trabalho a tarde, encontrei uma colega que disse:
- Você está magra. É ,você está muito magra com essa roupa.

Eu abri o sorriso largo e respondi:
- Fala só assim: você está magra. Esquece a parte "com essa roupa", por favor.

E ri mais um pouco...

A pessoa ficou me olhando por um tempo sem dizer nada, mas depois completou:
- Posso te falar uma coisa? Muda o assunto do seu blog.
[Ela sabe que eu tenho um blog, mas não é leitora assídua.]

Eu pensei em responder tanta coisa, mas só disse:
- Não posso. Se mudar de assunto, não tem mais blog. É justamente para falar das minhas memórias sobre esse assunto que eu criei o blog.

- É, mas você pode falar de outras coisas...

- Posso, mas não quero. Sou bem resolvida. Não se preocupe.

Na verdade, tinha mais UM MILHÃO de coisas para argumentar, mas meus alunos me esperavam e, no trabalho, eles são minha prioridade.

No entanto, preciso desabafar e vou usar esse espaço para isso. Desculpem.

Gostaria de deixar claro que quando criei o blog, não tinha ideia da proporção que ele teria na minha vida. Eu já cheguei a comentar aqui que eu não imaginava que alguém fosse ler as coisas que eu escrevo, além da minha família. Ter mais de 300 seguidores é algo que eu nunca imaginei!

Queria ter um espaço para expor meus pensamentos e sentimentos sobre obesidade. Por que? Simplesmente porque eu sou gordinha.

E quem nunca foi gorda, desculpa a sinceridade, não sabe e NUNCA saberá como é passar por tudo que nós passamos. Ser reprovada com olhar em cada loja que entramos, em cada corredor do shopping, em cada festinha de família em que alguma tia diz na lata:
- Menina, como você está gorda.

Só quem já passou ou passa por isso é que sabe o tamanho da ferida.

As pessoas se acham no DIREITO de dizer que uma pessoa é gorda. Sempre tive vontade de responder:
- Sou gorda, mas não sou burra. Tenho espelho em casa e sei como ele funciona.

Será que as pessoas pensam que a gente não sabe que é gordinha?

Atualmente, eu lido muito melhor com essa questão. Dou risada quando ouço alguma besteira do tipo: bolo fofo, caricatura desproporcional, o comentário do guarda e outros tantos causos.

Abuso do meu senso de humor porque sei que sou mesmo gordinha e serei sempre. Posso emagrecer o corpo, mas sempre terei cabeça de gordinha.

Quero ser mais saudável, quero emagrecer mais, quero ter um corpo mais bonito. Mas, se a minha caminhada for lenta ou simplesmente eu estacionar onde estou, sei de uma coisa: EU ME AMO APESAR DE TUDO. Com todas as celulites, com todas as pintas no rosto, com a sombrancelha de taturana, com o meu jeito mandão e, até, com a minha chatice.

Então, pra resumir. Eu não vou trocar o assunto do blog. Eu não vou parar de falar sobre emagrecimento e gordices. O blog para mim foi uma ferramenta de tomada de consciência que nem mesmo a redução do estômago deu conta de fazer.

É aqui, onde me fortaleço.

domingo, outubro 30, 2011

.:PELAS BARBAS DO NOEL:.

[QUEM AVISA, AMIGO É : Esse post ficou enooooooooorme.]

Pra falar a verdade verdadeira, o final de semana foi um enorme fiasco.

A agenda estava cheia: sábado, festa no interior e domingo, aniversário. O resultado de tanta agitação foi péssimo: comi errado mais uma vez.

Estava lendo o blog da Talita e concordo com o puxão de orelha a dica dela. Estar em reeducação alimentar não é comer bonitinho a semana inteira e querer sofrer de amnésia toda segunda-feira [eu ando BEM assim].

Percebo que quando passo o final de semana na cidade onde moro, consigo comer super bem, mas quando eu viajo o negócio fica feio pro meu lado por vários motivos. (1) Normalmente, eu que cozinho. Tenho mania de ir provando do que eu estou fazendo. Aprendi no Vigilantes do Peso que isso não é legal, mas ainda não consigo deixar de fazer. (2) Praticamente só eu estou em reeducação alimentar, então o povo não se preocupa nem um pouco em evitar os doces, pelo contrário. Quando não tem doce pronto, pedem para eu fazer. (3) Fora de casa tem muita tentação e poucas opções inteligentes. Costumo levar de casa as frutas e pão integral. Dessa vez não foi diferente. O pão eu comi, mas as frutas foram apenas passear...

Por essas e outras razões, a festa de sábado foi terrível para mim (no quesito alimentar).
Aniversário da Lúcia (namorada do meu pai)
Festa temática: anos 70 e 80.
No domingo, rolou uma festa em comemoração ao aniversário de uma tia e dois primos do meu marido. Consegui fazer escolhas inteligentes: salada, quase nada de arroz e carne. Só não consegui evitar o bolo de aniversário e um pedaço minúsculo de uma tal de torta real (nozes e chocolate!).

Fiquei tão tão tão arrependida do final de semana que cheguei em casa decidida a mudar! Não gente, não é papo para boi dormir não. Juro.

Comecei hoje mesmo: cheguei do aniversário, coloquei uma roupa leve e fui para a academia do prédio em pleno domingo. Caminhei e corri(!!!) na esteira durante 40 minutos, pulei corda, malhei os braços com pesinhos.

Além de todo o exercício físico, teve também o mental. Fiquei o tempo todo pensando no Natal. Quero chegar nas festas de final de ano com 69kg (10kg a menos de quando comecei o blog). Sei que é uma meta TOTALMENTE possível, pois preciso perder entre 3 e 4kg.

Como vou fazer isso?
- Entrei no Desafio da Vivi porque sou super competitiva, achei a ideia boa e esse tipo de incentivo funciona para mim. (Em breve, eu volto para falar sobre esse desafio.)
- Vou praticar exercícios duas vezes por semana.
- Vou continuar comendo sopa no almoço e na janta.

Sopas da semana: creme de abóbora e legumes (mandioquinha e cenoura).
Frutas disponíveis: maçã, manga e melão.
Os bolinhos de chuva foram feitos para o meu marido.Eu só comi dois!

E você, quer estar pesando quanto no NATAL?
Precisa perder quantos kg para alcançar sua meta?

[...será que alguém sobreviveu a esse texto enorme?]