sábado, fevereiro 01, 2014

.:QUE DIA FOI ESSE?:.

Acordei mal-humorada por causa da noite mal dormida. O Erick acordou umas cinco vezes chorando, querendo colo. Ele normalmente dorme muito bem, cerca de 9 horas seguidas.

Depois veio a notícia péssima de que estávamos sem internet e telefone. Justo ontem que eu tinha uma vídeo conferência. 

Como o Erick estava bem, mandei ele pra escola e fiquei ligando pra saber dele. Tudo bem. 

Fiz umas coisas que precisava e continuei offline. Uma tristeza profunda foi invadindo meu coração...

Fui buscar o Erick. Ele estava disposto, mas febril. Mediquei com Novalgina e fomos atrás de uma papete pra ele no Shopping.


Quando voltamos pra casa, ele veio dormindo no carro. Acordou chorando muito, o corpo dele estava muito quente. Medi a febre e surpresa: 39,1oC. Respirei fundo, coloquei qualquer roupa e lá fomos para o hospital.


Ele teve que fazer exame de sangue, urina, cultura da garganta, raio X... Claro, deu que é uma possível virose com catarro discreto no peito. Nada sério. Ainda bem. Demoramos para voltar pra casa porque a febre dele não abaixava de maneira alguma.

Sopa de legumes que eu comprei no hospital.
Era para ele, mas quem comeu fui eu.
Ele não quis.
Quando chegamos em casa, ele ainda estava com febre. Só depois de dar um banho e medica-lo novamente, que ele dormiu sem febre.


Não preciso nem falar que em meio a tudo isso eu não tive a menor preocupação com o que ia comer, né? Não deu pra contar calorias, não deu pra manter o foco na minha reeducação alimentar.

Quando vocês passam momentos tensos assim, como fazem para manter o controle da boca?

Eu normalmente perco a fome, mas quando a situação se estabiliza, como até morrer...


4 comentários:

Amélia Calórica disse...

Rapha não tem jeito nós mães parece que presentimos tudo e sem falar que tb absorvemos todos os problemas dos nossos amores ( filhos, marido, pai , mãe) Que bom que era algo simples uma virose... Eu tb tenho dias assim até hoje, se algo que acontece de ruim for com meus filhos , meu dia acaba , meu mundo desaba, Mas com o tempo vamos pegando jeito para suportar dias assim, que sempre existirão com certeza.
Melhoras para o seu pequeno...bjs Dani
Estou tentando voltar com o meu blog e aos poucos vou visitando quem gosto e me identifico...txau

Vivian Roth disse...

OI Rapha! Espero que o Erick já esteja bem novamente!
Para nós mamães não tem outro jeito, nós absorvemos todos os problemas, e em uma situação como esta, nem dá para lembrar de dieta.
Acho que o jeito é levar de boa,eles sempre em primeiro lugar.
Talvez o segredo é trancar os armários de bolachas e doces.(Nada de comer até morrer !!!!)

Bel Manjericão disse...

Eu não tenho filhos, mas acho que faria igualzinho: quem é que liga para contar calorias ou ficar policiando comida uma hora dessas? Ui, que bom que ele está melhor!
Quando passo perrengue, eu como errado e deixo a atividade física e quando alivia, eu volto. :P

Desabafo.com disse...

quando se trata de filhos doentes perco o chão nem vejo mais nada nem o que como nem nada, também tenhp vontade de comer o mundo quando passa , mas hj em dia tento focar e lembrar como me sentia quando tava enorme aí começo a comer mas vou parando ... beijão e melhoras ao Erick .