quinta-feira, outubro 16, 2014

.:NOVO CICLO, MUITAS POSSIBILIDADES:.

[Hoje quero falar de outras coisas. Sobre a reeducação alimentar, a única novidade é que marquei consulta com uma nutricionista no começo de novembro.]

Quem é meu amigo no Facebook, deve ter visto uma postagem que fiz falando sobre um momento muito difícil da minha vida.

Um belo dia, tudo muda. Suas expectativas de uma vida são frustradas. Você se sente sozinho, impotente. Dá raiva. Dá medo. Você chora. Descobre que tem ao seu lado pessoas maravilhosas, que te incentivam a seguir em frente. Pessoas que te ouvem, que partilham do seu choro, que se importam. O tempo passa. Você descobre que entre suas qualidades está a perseverança. Você não desiste. A vida te mostra outro ângulo. Novas expectativas são construídas e um aprendizado enorme se inicia. O maior deles: pense e faça tudo pensando no HOJE!

"Um belo dia" aconteceu em Julho, mas às vezes parece que foi a milhares de anos... e doeu. Doeu muito.

Por alguns dias, só conseguia olhar para o Erick e chorar. Meu filho precisava de mim e do meu marido por inteiro. Não podíamos nos dar ao luxo de sucumbir.
Com 1 ano, no meu aniversário na Pizza Hut.
Esse cabelinho liso ficou pra história...
Era também um momento delicado pra minha família (irmãos e pais).

Momento de mudanças, de abandonar o que não estava dando certo e tentar outras coisas.
Os três. Na partida do Nato para os EUA.
Saudades imensas.
Todo mundo sabe que sair da zona de conforto é dureza. Você tem que abandonar vícios e tentar encontrar outras formas de fazer as coisas.

Foi exatamente o que fiz. Mudei a perspectiva. Aceitei o desafio, fui estudar, ler, entender, questionar.

Dá mais trabalho estar fora do padrão, mas é imensamente gratificante acompanhar o desenvolvimento do seu filho. Aliás, aprendi a compará-lo apenas a ele mesmo. Ensinei meu filho a brincar de carrinho, de casinha, de bola, de boneca, de quebra-cabeça, de bloco, de encaixe, de fazer comidinha.


Nesse cenário de "100% Mãe do Erick" não dava para pensar alimentação saudável, atividade física, aliás, não dava para pensar em mim.

Até que um dia eu estava lendo um material e tinha um capítulo sobre "Cuidar dos cuidadores".

A ficha caiu.

Era óbvio. Muitas pessoas passaram pela mesma fase que eu estava vivendo e "abandonaram" suas vidas para viver em função do filho. Mas não era isso que eu queria para mim, nem para o Erick.

Por isso, voltei com o blog. Escrever para mim é terapia. É prazeroso, relaxante e só me faz bem.

Emagrecer é lucro.


7 comentários:

N@ny disse...

Oi tdo bem???
Te acompanho já a pelo menos 2 anos... Uma vez cheguei a comentar por aqui... Mas acho q na correria vc nem viu...
Eu tbem reduzi o estomago emagreci muito ... Fiquei linda , magra... E hj depois de 7 anos da cirurgia me encontro na mesma situação que vc .. Eu estou com 20 quilos a mais.. Me sentindo horrível e tentando buscar motivação p/ recomeçar... Pq recomeçar é muito mais difícil. Q começar pela 1º vez...
Mas sempre podemos tentar mais uma vez... Gosto muito da sua história. E só quem já foi obesa sabe o qto é difícil se manter magra. Parece que nosso organismo está sempre contra a gente.
Vc pode nos contar o que o Erick teve que mudou toda a sua rotina ??
Grande bjooooo e vamos conseguir ...

N@ny disse...

Oi tdo bem???
Te acompanho já a pelo menos 2 anos... Uma vez cheguei a comentar por
aqui... Mas acho q na correria vc nem viu...
Eu tbem reduzi o estomago emagreci muito ... Fiquei linda , magra... E hj
depois de 7 anos da cirurgia me encontro na mesma situação que vc .. Eu
estou com 20 quilos a mais.. Me sentindo horrível e tentando buscar
motivação p/ recomeçar... Pq recomeçar é muito mais difícil. Q começar pela
1º vez...
Mas sempre podemos tentar mais uma vez... Gosto muito da sua história. E só
quem já foi obesa sabe o qto é difícil se manter magra. Parece que nosso
organismo está sempre contra a gente.
Vc pode nos contar o que o Erick teve que mudou toda a sua rotina ??
Grande bjooooo e vamos conseguir ...

Anônimo disse...

O que o Erick tem? Eu sei...Uma família linda, uma mãe de quem ele vai ter muito orgulho, e vai retribuir da mesma maneira. Bjs
Karina e Isadora

Julyks disse...

Rapha eu n sei o que houve. Deletei minha conta no fb apos meu divorcio e so agora fiz outra conta. Mas tenho ctz que com o amor que os une, tudo vai dar certo. Gracas a Deus vc tem a possibilidade de fazer essa opcao sem ficar sem suporte financeiro. Creio q Deus em sua imensa sabeedoria faz tudo da forma mais perfeita por mais q nao entendamos. Ha 3 anos atras vc n imaginaria sua vida sem os pequenos da Prô, mas desde q o Eric nasceu vc vem dando sinais q sentia precisar estar mais com ele. Já valeu a pena. Seja dele o qto ele precisar pois so assim estara sendo sua. Beijos

rachel disse...

Há muito te leio, mas também estive sumida do mundo dos blogs. Tem vezes que só em ler um comentario bobo no blog a gente já ganha forças para tentar mais uma vez! Guria segue tentando daí, eu e tantas outras tentaremos por aqui! Um dia a gente consegue!

D. B. disse...

"...Médicos nas UTIs
Larguem seus bisturis
Que a Rapha voltou

Pacientes à beira da morte
Reparem que sorte:
A Rapha voltou..."

=D

Tô super feliz que você voltou, Rapha!!

Anônimo disse...

Olá, não te conheço pessoalmente e neste caso é difícil julgar. Mas os maiores obstáculos são nós mesmos. Você deve parar de dar desculpas e ter força de vontade pois além de emagrecer a saúde fica seriamente prejudicada pra pessoas com sobrepeso. A estética é o menos importante.
Você tem um filho pequeno, lindo, um marido carinhoso e que deve ser apaixonado por você com suas qualidades e defeitos e POR ELES tem que achar a força de vontade de melhorar.