quarta-feira, dezembro 05, 2012

.:O CAUSO DA PADARIA:.

Mais um daqueles causos que só acontecem com as gordinhas.

Semana passada, meu marido e eu tivemos um dia de gordice total e resolvemos enfiar o pé na jaca.

Já fazia mais de duas semanas que estávamos evitando doces, refrigerantes e outras guloseimas. E, por isso, a gente não estava mais frequentando a padaria que tem aqui perto porque ela só tem coisas gostosas.

Mas nesse fatídico dia, resolvi dar um pulinho na padaria para comprar algo bem calórico e delicioso.

Quando cheguei lá, tive a felicidade de encontrar um senhor que mora no meu prédio. Pro meu azar, ele estava atrás de mim na fila da padaria e me viu pedindo:
- Eu quero seis luas de mel. Duas de cada sabor. Quero também seis brigadeiros. Obrigada.

Muito delicadamente igual um hipopótamo ele me diz:
- Nossa menina, isso engorda, viu?

A minha vontade era falar umas boas verdades! Tipo assim: o cigarro que você fuma, mata!

Mas delicadamente, respondi:
- Eu sei, mas não estou preocupada.

Ah tá! Preocupada, eu até estava, mas eu tinha me permitido aquele deslize.

Enfim, até hoje tento entender porque as pessoas têm essa necessidade de controlar o que os outros gordinhos comem. Eu não saio apontando o dedo pros outros e dando conselhos diversos. Quero ser respeitada também. Se eu tô comendo algo calórico, dane-se. A escolha é minha, o corpo é meu! Sou eu que vou pagar pelas minhas escolhas e não o senhor da padaria.

11 comentários:

Polly disse...

Fala sério! Nós gordinhas, podemos passar um ano sem provar um doce e no dia que colocarmos na boca, vai passar alguém na rua e falar: olha lá a gordinha comendo doce, depois quer emagrecer!
Já senti isso na pele.
Mas, dane-se mesmo!

Karina disse...

Hahahah...a Polly disse tudo, é bem assim que funciona, a gente fica até traumatizada!
Bjs

disse...

Olha, sinceramente, eu faço o jogo do contente neste caso.
Talvez ele só tenha dito isso porque te conhece e não tinha nada pra dizer...como ele ia dizer: "puxa vai chover né?", Como o contexto era padaria, só coube comentário do que você estava comprando.
Será que também não é hora da gente enxergar que nem sempre quem faz esse comentário tem a intenção de se meter ou ofender?
é como a história do preconceito: Posso chamar alguém de minha neguinha e ela odiar isso...
#ninguém_é obrigado a saber...
RELAXA! Leva de boa...
era SÓ um comentário a toa...

Fabi Sereia disse...

Não sei o que é pior, isso ou alguém que vc conhece, depois que tu fala que está de dieta passa a cuidar direto tua alimentação te controlando e chamando atenção pelos deslizes..affeee

Nat Viegas disse...

verdade verdadeiríssima! fico p da vida com as pessoas tentando controlar o que os outros comem. Cada um faz o que bem entender e, se vai ou não sofrer consequências por isso, é da conta da própria pessoa. Antipatizei com o seu vizinho, viu. ahahahahaha
Eu tinha um colega bombadinho no trabalho que era mega chato com todo mundo a respeito da comida... ele mal me conhecia e um dia me viu comendo uma maçã. Primeiro, tentou ver o que eu estava comendo e, ao perceber que era uma fruta, ele disse "ah, maçã pode". Mas eu lá preciso dar satisfações pra alguém, quanto mais alguém que mal conheço?
bá, fiquei brava. Dei um sorrisinho amarelo e xinguei mentalmente. hahahah

beijo!

Aline Almeida disse...

Nossa, eu nem saberia o que responder rs.
Mas é assim mesmo ,sempre tem alguém cuidando da nossa vida
beijos

Bel Manjericão disse...

Da próxima (espero que não aconteça, mas...) faça cara de poker face (sem expressão alguma), vire e olhe para a pessoa, nos olhos, por uns eternos segundos. Não diga palavra alguma. NADA. Se a pessoa rir, ou tentar dizer alguma coisa, faça de surda e volte à posição anterior (balcão, sei lá) como se nada tivesse acontecido, e continue de onde parou. No mínimo um belo constrangimento na pessoa que se meteu. Vai por mim. Rápido, eficaz, sem briga e sem você dar satisfação mesmo que seja um "não estou preocupada".

Bel Manjericão disse...

Ok, li o comentário da Fê, e ele é muito válido. Vai que era nada, ele só abriu a boca para puxar alguma conversa tipo "hoje vai chover" mas falou algo no contexto da situação.

Betina disse...

kkkkkkkkkkkkkkkkkk é triste amiga!!!! Odeio quando falam isso também!! O pior é quando a gordinha também fuma. A tristeza é total e os comentários vem em dobro!

Beijo!

Desabafo.com disse...

aí minha linda é assim mesmo mas tbm sabemos que tbm não é por mal né mas é a vida ! beijos

António Jesus Batalha disse...

Ao passar pela net encontrei o seu blog , que me chamou à atenção li a primeira postagem e folhe-ei mais lagumas, é um blog feito com muito entusiasmo, e dedicação, gostei do conteúdo e quero deixar os meus parabéns, quando encontro um blog bom deixo sempre um comentário e um convite.Ficarei grato se me der a honra da sua visita no meu blog O Peregrino E Servo. Se desejar seguir eu sempre vou retribuir seguindo seu blog também.
Sou António Batalha, cristão evangelico. Deixo a minha benção, e a paz de Jesus.
PS.Ao seguir meu blog faça-o de forma a que eu possa encontrar o seu blog, para que possa segui também.