sexta-feira, agosto 28, 2015

.::FAÇO POR MIM::.

É, as mudanças continuam. 



Já são quase duas semanas sem chocolate e estou sobrevivendo. Faz falta porque eu gosto muito e porque muita coisa gostosa tem chocolate. E cortei o "choco" e derivados: bolos, achocolatados, nutella, brigadeiro...

(Eu confesso que estou com vontade de comer um bolo de cenoura com brigadeiro na massa, já viram? Se não viram, não vejam!)

Sobre as outras mudanças: estou bebendo água o dia todo (ainda sem controlar quantidade), almoçando mais tarde (eu almoçava muito cedo) e repondo as vitaminas que preciso.  

Semana passada, por exemplo, foi dia de tomar a última dose de Noripurum e a primeira de Citoneurim (B12). 


Não é uma coisa gostosa de fazer, mas necessária.

Promover todo dia uma mudança tá sendo mais difícil que imaginava. Não tenho tanto tempo pra ficar pensando na mudança do dia e ainda manter as mudanças anteriores. 

Então, resolvi promover uma mudança por semana. Começando no sábado, pra sacanear a gordeta que vive dentro de mim e está em fase de expansão pra meu DESESPERO. 

1a semana: NO CHOCOLATE ✔️
2a semana: beber mais água ✔️
3a semana: colorir o prato; ter sempre salada na geladeira 🔝

Porque eu preciso mudar! Não suporto mais me olhar no espelho e ver isso:


Por que, POR QUE, o Senhor inventou a "banha"? 


segunda-feira, agosto 17, 2015

.:MUDAR PRA VENCER:.

Tudo na vida poderia ser tão fácil quanto engordar é pra mim.

Deveria ser fácil emagrecer, ganhar dinheiro, viajar, ser feliz!

Mas não, não, não. Na vida quase tudo pode ser comprado ao trabalho.

Trabalhar é bom, mas vamos combinar que trabalhamos pensando na recompensa do final do mês. E mesmo suando a camisa todos os dias, alguns recebem um salário digno do trabalho, outros são professores.

Perder peso é mais ou menos como trabalhar, você tem que fazer um monte de coisas durante um determinado período pra, então, ver a consequência que nem sempre é tão animadora assim. Às vezes, são míseras gramas...

Maaaaaaas a gente tem que começar de algum lugar e eu resolvi promover uma mudança por dia. Uma pequena mudança que seja.

PRIMEIRA MUDANÇA
Ontem comecei o desafio pessoal sem motivo nem piedade:

100 dias SEM chocolate 🚫🍫😫

Não que chocolate seja meu único problema, mas ficar sem alguma coisa pode me ajudar a controlar a ansiedade de sair devorando tudo po aí.

Então, não se trata apenas de ficar sem chocolate, como também aprender a controlar a vontade e dizer não.

SEGUNDA MUDANÇA
Hoje começo com a segunda mudança: voltar a beber água na maior quantidade possível. O fato de estar toda hora com um copo de água na mão diminui minha vontade de ficar beliscando. Sim, esse sempre foi um dos meus maiores problemas.

Muitas mudanças virão. Quem tiver dicas de pequenas mudanças que podem ajudar nessa minha mais nova velha jornada, deixe nos comentários. Toda ajuda é válida. 




terça-feira, agosto 11, 2015

.:ALGUNS MESES E QUILOS DEPOIS:.

Fala galera!
[minha única leitora deve estar pensando"gente, ela tá viva? é isso mesmo?"]

Claro! Mais viva e GORDA do que nunca.

Só pra lembrar:

Sou a Raphaelle, 33 anos, professora, mãe do Erick, esposa do Edgar, lutadora de V.V.P.B. (vou vencer a p*rra da balança).


Já cheguei a 104 kg em 2004, quando reduzi o estômago e cheguei nos 69kg. Engordei de novo. Em 2011 estava com 79kg e comecei o blog. 
Aprendi a comer e consegui o feito de engravidar com 70kg. Segurei a onda. Tive uma gravidez sem grandes problemas nesse campo. 

Agora, três anos após o nascimento, estou desesperada assim:
Dá um close no TAMANHO da pessoa.
Gente, que vergonha! Eu já pesei 70kg. Senhor, que tristeza!

É bem verdade que faz um tempinho que não escrevo. O autismo tomou conta da minha vida e, embora eu esteja trabalhando menos horas fora de casa, estou trabalhando um montão "dentro" dela.

Com a casa nova, o diagnóstico do Erick e as novas demandas de profissional, esposa, mãe, filha não deu pra cuidar muito da minha pessoa. 
A casa não é nenhuma mansão, muito pelo contrário.
Mas é maior que o "apê" e demanda mais tempo e dedicação.
Há uns meses liguei pra minha médica e expliquei que (1) estou sem tempo pra visitá-la, (2) tenho sentido muitas dores nas pernas a noite, (3) engordei horrores nos últimos meses. Cheguei aos 83 e uns quebrados quilos.

Ela me pediu um monte de exames. Um monte mesmo! Foram 56 no total. Fiz os de sangue, urina, aquele da esteira e outros chatos ginecológicos. A boa notícia é que vou viver por muito tempo e a má notícia é que vou viver por muito tempo. 

Os exames de sangue deram alterados na questão da ferritina, B-12 e vitamina D. Eu já esperava por isso, pra ser bem sincera.

Minha dosagem de hormônio da tireoide também deu suuuuuuuuuuper alterada, mas para saber o que é, terei de fazer mais exames.

Sai do consultório com pedido de:
- exames de sangue semanais
- 4 doses de B12 injetável no bumbum
- 2 doses de noripurum intravenoso
- 20 sessões com psicóloga

E o pior de tudo, a médica, assim como eu está preocupadíssima com o fato de eu ter engordado, coff coff, 10, eu disse DEZ quilos em 3 anos. É muito, né? Nem comendo um pote de nutella por dia eu conseguiria esse feito, Ou conseguiria? Não sei. Vamos investigar a tireoide e descobrir se a culpa é do hormônio ou se a culpa é da boca nervosa mesmo.



Eu quero ficar bem. Por ele. Pelo Edgar, mas principalmente por minha causa.

Eu mereço.