quinta-feira, maio 23, 2013

.:30 DIAS QUE SE FORAM:.

Sábado completará um mês desde o dia que fui afastada do trabalho. Acho que não cheguei a comentar no blog que isso tinha acontecido, né?
 
Confesso que relutei muito para aceitar que precisava usar esse meu direito a favor do meu filho. Não por ele, claro. Mas por achar que o direito de me afastar do serviço para cuidar de um terceiro, prejudicaria o meu dever como professora.

Mas esse tempo com ele era necessário. Além da febre sem motivo aparente que se prolongou por quase TRÊS semanas, ele também estava com problemas para engordar. Veja bem, justo o filho da Gordinha...
 
Por isso, durante esse mês, visitamos diversos médicos e fizemos muitos exames no nosso pequeno.
 
Graças a Deus, nada grave apareceu. A febre passou, veio uma gripe forte. E algumas noites precisei dormir sentada, dormir com ele, dormir acordando de hora em hora ou, até mesmo, não dormir. Mas valeu a pena compartilhar mais esse mês com ele e com meu marido, super companheiro, super pai.
 
Nesses 30 deliciosos dias aprendi muito mais do que ensinei. Vi meu pequeno aprender a mandar beijo, dançar, ficar em pé e andar com ajuda, brincar de se enconder, chutar a bola e até fazer birra.
Erick em dois momentos. No primeiro, com seus lápis, no final de abril.
No segundo, ontem, em seu berço.
E aí, aparentemente, você acha que ele engordou?
 
Agora, a saúde dele está estável. Apenas uma tosse chata que não quer ir embora. Ele cresceu e acreditamos que tenha engordado também. Tá cada dia mais lindo, mais sapeca. Quase quase engatinhando.

Estamos preparados para voltar à rotina de antes. Com uma deliciosa sensação de saudade desses dias maravilhosos que passamos juntos.