quinta-feira, janeiro 24, 2013

.:TÁ COM RAIVA? TIRA A CALÇA E PISA EM CIMA:.

Notícia da mãe do Erick.
- Que mãe do Erick?
- Aquela ali, a gordinha...
 
Ontem passei o dia fora de casa e resolvi colocar uma calça jeans que não usava há algum tempo. Só que no decorrer do dia, fui ficando super incomodada com a calça, que me apertava muito na barriga e nas pernas.

Fiquei p da vida por estar tão gorda. Minha vontade era arrancar a calça e pisar em cima! (como se a culpa fosse da calça...)
Fiquei pensando que ela me serviu até o quinto mês de gestação...

Quando estamos acima do peso, sentimos uma dor no guarda-roupa. A gente abre a porta do armário, olha aquele monte de roupa e sente vontade de chorar por saber que a maioria delas não vai cair bem. Eu ando assim. Tenho vontade de rasgar minhas roupas.

Quando alguém me convida para ir a algum lugar, a primeira coisa que penso é "Caramba! Que roupa que eu vou?". Tive um encontro com minha turma da faculdade outro dia e escolher a roupa foi um caos. Falei pro meu marido que tinha certeza que ia voltar super triste dessa reunião porque ia ficar me comparando fisicamente com as minhas amigas (sempre fui a mais gordinha!).

Voltando para a questão das roupas, sei que tem loja de roupa pra Plus Size que simplesmente arrasa e tal, mas não ando querendo gastar com roupa agora. E outra, comprar roupa é mais fácil que emagrecer.

Na verdade, a sensação que eu tenho é que eu estou colhendo o que plantei durante o tempo que amamentei o Erick e me deixei levar pelo bicho Come-come.

Outro dia resolvi me pesar e estava com 78kg, o mesmo peso de quando eu comecei o blog. Já fiz uma análise rápida e descobri onde estou errando:

- não estou comendo frutas.
- verduras apenas uma vez por dia.
- não ando variando o cardápio.
- como frituras algumas vezes na semana.
- todo dia rola um doce.
- mesmo sendo refrigerante zero, estou consumindo durante a semana toda
- nos lanches da manhã e da tarde sempre tem carboidrato (antes era só uma fruta + queijo)

-ah! e o pior de tudo, voltei a beslicar várias vezes por dia.

Então, pra não listar os erros e ficar por isso mesmo elaborei um plano mirabolante.

1a semana = pesagem/ planejar o cardápio/ comer 2 porções de frutas e 2 porções de legumes por dia/ consumir apenas UM doce por dia.

2a semana = (as da primeira semana +) não comer frituras/ comer doce dia sim, dia não/ não beber refrigerante zero durante a semana

3a semana = (as da primeira e da segunda semana +) não comer carboidrato nos lanches, nem na ceia.

4a semana = se emagrecer 2kg até lá, ganharei minha auto-estima de volta e ainda ENTRO NAQUELA CALÇA JEANS DE NOVO!

E pra não dizer que toda dieta começa na segunda-feira, a minha começa amanhã mesmo!

sábado, janeiro 05, 2013

.:CHEGOU A HORA DE FAZER DIFERENTE:.

Um dia depois do Natal, meu filho completou 5 meses. Até o quarto mês, ele mamou no peito exclusivamente. No entanto, no mês passado a pediatra pediu para complementar com leite artificial porque ele havia engordado pouco. Assim, passamos um mês alimentando o Erick com o leite do peito e com o complemento. Na última consulta, foi orientado que deveríamos manter a amamentação e introduzir as frutinhas e o suco de laranja lima.

A mudança na rotina alimentar ainda está em fase de adaptação. O Erick adorou suco de laranja. Já as frutinhas, percebo que é algo gradativo. A primeira vez que ele comeu banana, por exemplo, foram apenas duas colheradas. Hoje ele come quase 75% de uma banana prata. Além da banana, ele já provou mamão, ameixa, pêssego, maçã e manga. A ameixa ele não comeu de jeito nenhum. Deu ânsia as duas vezes que ofereci, resolvi não forçar.

Eu sei que você deve estar pensando: "Não enrola, gordinha. Conta logo como está sua alimentação!".

Com a chegada do Erick, tudo mudou na minha vida, principalmente as prioridades. Já relatei aqui que vivo meu momento "Mãe" e está difícil fazer qualquer coisa que não esteja relacionada a esse papel, mas agora, com a introdução das frutas na alimentação do Erick vejo uma luz no fim do túnel. Uma oportunidade de ouro para fazer acontecer diferente!

Mês que vem o Erick entra nas papinhas salgadas. Ou seja, vou precisar ter frutas e verduras em casa sempre! Assim, além de cuidar dele (minha prioridade número um!), vou poder cuidar da nossa alimentação porque terei boas opções em casa.

E tem outra coisa também. É sabido que eu e meu marido temos problemas em controlar nossos impulsos alimentares, tanto que nós dois fizemos a redução do estômago. No entanto, não queremos que o Erick sofra com o mesmo problema. Por isso, pretendemos, desde cedo, acostumá-lo com hábitos alimentares saudáveis. Não quero ser do tipo "mãe-chata-que-não-deixa-comer-nenhum-docinho" (estilo pai do Willy Wonka), mas também não vou deixá-lo substituir as refeições por doces ou tomar refrigerantes diariamente.

O desafio é grande porque o mundo está cercado gordelícias, mas eu vou tentar. PROMETO, filho!

[fotos em breve, blogger não tá deixando anexa-las]